top of page

Lagar H: azeites com o melhor de cada safra

Comandada pela família Haas, marca já premiada em concursos internacionais chega ao mercado, oferecendo Blend e Monovarietal da safra produzidos em suas fazendas em Cachoeira do Sul (RS)

FOTO: Nani Rodrigues

Do respeito às pessoas, à natureza, à terra e ao tempo nasce o Lagar H, empreitada da família Haas que produz azeites extra-virgens 100% brasileiros de altíssima qualidade, com tiragem limitada, em Cachoeira do Sul (RS). Lagar é o nome dado à casa onde se extrai o azeite das azeitonas. No Lagar H, um time de especialistas dedicados, liderados pela azeitóloga e diretora Glenda Haas, observa atentamente o ciclo das oliveiras para produzir azeites únicos e surpreendentes.

Buscando o equilíbrio e a valorização das melhores características da colheita, são selecionadas, a cada ano, as variedades que farão parte da linha de produtos: o Blend da Safra e o Monovarietal da Safra, além de edições limitadas, que comporão futuramente a Coleção Lagar H. Toda a expressão do terroir, para transformar uma refeição simples em um momento memorável. As vendas serão realizadas inicialmente pelo site www.lagarh.com, mas os produtos também estarão disponíveis nos melhores mercados e empórios especializados, em garrafas de vidro de 250ml ou 500ml, com rótulos texturizados, em alto relevo.

Com lançamento programado para o fim de maio de 2021, o Lagar H pretende compartilhar não apenas as riquezas de seus frutos, mas também conhecimento, impulsionando a cultura do azeite de oliva no Brasil e impactando positivamente toda a cadeia produtiva.

Os azeites

Antes mesmo de seu lançamento oficial, o Lagar H já coleciona prêmios internacionais nos principais concursos do mundo, como o Leone d’oro (Itália, 2020, na categoria Southern Hemesphere), Olio Nuovo Days (França, 2020, 1º Lugar no Hemisfério Sul, por unanimidade) e EVO IOOC (Itália, 2020, quatro medalhas e ouro e melhor Monovarietal do Hemisfério Sul).

Para sua chegada ao mercado, a marca lança dois produtos: o Blend da Safra e o Monovarietal da Safra. Os azeites são selecionados entre os oito cultivares produzidos na fazenda: Arbequina, Arbosana, Koroneiki, Coratina, Manzanilla, Frantoio, Picual e Grappolo.

FOTO: Nani Rodrigues

O Blend da Safra é elaborado a partir dos melhores e mais abundantes monovarietais do ano, com perfis sensoriais distintos, resultando em um azeite com toque frutado, amargor e picância em equilíbrio para todos os dias. De intensidade média, é indicado para uso diário, para dar mais personalidade às receitas do dia-a-dia. O Blend da Safra 2021 é elegante, delicado, versátil e aromático, um azeite frutado verde médio. Tem aromas de amêndoas verdes e folhas de tomate e notas de alcachofra, ervas aromáticas e folhas escuras. Suave, preenche a boca com sabores herbáceos frescos, suave amargor e picância média. Combina bem com saladas, carnes brancas, frutas e até com sorvete de baunilha.

Já o Monovarietal da Safra é selecionado todo ano após a colheita, com a variedade que mais se destacou em produtividade, frescor e sabor: em 2021, a Koroneiki. Intenso, complexo e exuberante, o Monovarietal da Safra 2021: Koroneiki possui notas frutadas verdes de tomates, amêndoas verdes, verduras frescas e leve notas florais e de alcachofra. Marcante, tem entrada suave que evolui para sabores potentes, com amargor médio e picância agradável e intensa, acentuada. Um azeite aromático e persistente, que combina com pratos condimentados, carnes vermelhas, queijos curados, bolos e chocolate.

O Lagar

Localizados em Cachoeira do Sul, no Rio Grande do Sul, os olivais da família Haas estendem-se por 70 hectares, onde são produzidos os oito cultivares de azeitona diferentes. As árvores são plantadas seguindo o espaçamento ideal e e recebendo podas especiais, garantindo a entrada dos raios solares, a ventilação e frutos em sua máxima expressão de vivacidade.

A colheita manual ou semi-mecanizada é feita de forma ágil, em chão forrado, o que evita o contato das azeitonas com a sujeira e garante sua rápida retirada do campo. Transportados em caixas especiais que mantém a ventilação e previnem o amassamento, os frutos são resfriados e extraídos no mesmo dia em que são colhidos, em lagar próximo ao olival, que conta com maquinário italiano de última geração. O líquido é conservado em tanques com nitrogênio, sem contato com luz, e o envase é feito ali mesmo, usando garrafas com lacre inviolável, o que garante o controle de todo o processo de produção e um azeite sempre fresco, com garantia de origem e procedência, além da preservação das características sensoriais e dos compostos fenólicos benéficos à saúde.

Sobre a azeitóloga e diretora Glenda Haas

Ao ouvir o pedido do pai, Glenda Haas, achou que a tarefa parecia impossível: cultivar azeitonas no Brasil e fazer desta cultura, tão perene e milenar, o legado de sua família. A advogada e administradora, então, mergulhou no desafio e no universo da olivicultura, sobre o qual se especializou nos Estados Unidos, Itália e Portugal. De volta ao Brasil, tudo ficou mais claro: para concretizar o sonho era preciso estar presente em cada etapa do processo, criando um ciclo virtuoso de respeito à natureza e às pessoas. E assim o fez. Hoje, coordena a equipe de profissionais dedicada ao cultivo das oliveiras e a produção dos azeites extra-virgens do Lagar H. Capacitada, envolvida e aprendendo cada vez mais, Glenda orgulha-se dos frutos da empreitada, celebrando cada flor, cada azeitona, cada gota de azeite.

Foto de capa: Carlos Ferrari

Onde comprar

Lagar H

Blend da Safra e Monovarietal da Safra

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page