top of page

VIAGEM AZEITADA EM TERRAS GAÚCHAS – Cutelaria com madeira de oliveira

Quando olhamos para uma oliveira, possivelmente não passa em nossa mente utilizar a madeira dessa árvore para cutelaria artesanal. No entanto, a mesma tem propriedades que a permitem ser utilizada para criar cabos para facas de alta qualidade.

Não é novidade que o principal produto da oliveira é a azeitona, mas sabe-se que a madeira da árvore é dura e compacta, além de ter veios bastante finos, que a tornam uma ótima opção para a marcenaria e escultura.

Há séculos, a oliveira é usada para fazer utensílios domésticos como garfos, colheres, suporte para copos, tábuas para cortar carne e temperos, artefatos diversos de tamanho pequeno. Além pode-se encontrá-la em maços ou estilhas (cavacos) de madeira, que também são utilizados na defumação de alimentos.

Recentemente, em nossa viagem por pontos do olivoturismo no RS, tivemos a oportunidade de conhecer os produtos elaborados pela Cutelaria Quadros (Águas Claras – Viamão/RS), tradicional na região. As facas podem ser encontradas na Estância das Oliveiras, local que falamos na última reportagem dessa série. Os instrumentos são feitos para colecionar, e são entregues em um estojo para o seu acondicionamento.

A Família Goelzer, proprietários da Quinta da Estância e da Estância das Oliveiras, possui em suas lojas uma variedade de modelos, que chamam a atenção de quem está visitando os empreendimentos.

Não tivemos como resistir à tentação, e podemos dizer que um destes exemplares está na nossa coleção.

Obs.: Nossos relatos de experiências por Viamão acabam por aqui, mas a nossa viagem azeitada em terras gaúchas ainda está longe de acabar. Se você está gostando dessa série, fique de olho nas nossas redes sociais.

Texto: Eduardo Mauch Palmeira e Augustho Soares

Fotos: Luciane Gomes

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page