top of page

Reeleição no IBRAOLIVA


Atual presidente foi reconduzido ao cargo por mais dois anos em assembleia da entidade


Em assembleia realizada nesta terça-feira, 16 de maio, o atual presidente do Instituto Brasileiro de Olivicultura (Ibraoliva), Renato Fernandes, foi reconduzido a mais um mandato à frente da entidade. O olivicultor, proprietário do empreendimento Vila do Segredo, de Caçapava do Sul (RS), foi reeleito em chapa única apresentada e por aclamação.



Crédito: Nestor Tipa Júnior AgroEffective Divulgação


Fernandes agradeceu a confiança dos associados levando novamente esta chapa a uma nova gestão para o próximo biênio. “Agradeço nossa gestão atual que trabalhou no último biênio, encerrando agora ao final de maio e iniciando uma nova etapa a partir de junho até o mês de maio de 2025”, destacou.


O presidente reeleito do Ibraoliva salientou que o objetivo é seguir promovendo e ordenando o desenvolvimento da olivicultura, fortalecendo e incentivando a competitividade do setor. “Primeiramente como meta queremos buscar a união dos produtores de azeite do Brasil promovendo a cooperação entre os setores público e privado e representando cada vez mais o setor olivícola principalmente em âmbito nacional. Regional já temos atuado bastante no Rio Grande do Sul, mas o grande objetivo dessa segunda gestão é buscar o entrosamento com o setor nacional”, observou.


O dirigente também reforçou a valorização do produto nacional com campanhas como uma das propostas para dar seguimento neste segundo mandato à frente da entidade. “Vamos continuar com a nossa campanha mostrando que azeite virgem não é azeite extravirgem e temos que opinar também na formação de políticas públicas para o azeite extravirgem brasileiro. A comunidade e a população precisa receber programas de nível governamental que fortaleçam a nossa cadeia”, explicou.


Fernandes também enfatizou a mudança, junto aos governos federal e estadual, na legislação do azeite nacional. “É uma legislação antiga que certamente não se tinha a ideia de que o Brasil não seria um produtor de azeites de alta qualidade. É importante que a gente esteja próximo da legislação, próximo dos gestores, e atuar institucionalmente no sentido de regular a importação de azeites e exigir a fiscalização pelas autoridades para assim dessa forma valorizar nosso produto reconhecido como de alta gama e que se tenha também o azeite importado, mas dentro da sua classificação correta”, frisou.


Confira a nominata da diretoria


Diretoria – Efetivos


Presidente: RENATO BERNARDO FERNANDES

Vice-Presidente: FLAVIO OBINO FILHO

Vice-Presidente Financeiro: ROSANE ABDALA

Diretor Financeiro: MICHELLE SAPIRAS

Vice-Presidente Administrativo: ANDRÉ GOELZER

Diretor Técnico e Cultural: THAIS FREITAS

Diretor Institucional e Social: PAULO CENTENO

Diretor Jurídico e Legislativo: SOLANGE NEVES


Diretoria – Suplentes


Diretor: LETICIA BOTTON

Diretor: MATHEUS DE BONI

Diretor: LUIS MAINARDI

Diretor: RAFAEL MARCHETTI


Conselho Deliberativo – Efetivos


Conselheiro: JOÃO ROBERTO VIEIRA

Conselheiro: LUIZ EDUARDO BATALHA

Conselheiro: JANDIR CAPOANI

Conselheiro: PAULO MARCHIORETTO

Conselheiro: FERNANDO SCHWANKE

Conselheiro: JOSÉ ROBERTO ALFARO

Conselheiro: CARLOS ARAGÃO

Conselheiro: FLÁVIO BOCK

Conselheiro: ALCYR CARDOSO


Conselho Deliberativo – Suplentes


Conselheiro: RODRIGO SGORLA

Conselheiro: HILTON FENSTERSEIFER


Conselheiro: Conselho Fiscal – Efetivos


Conselheiro: CÉSAR GABARDO

Conselheiro: EDUARDO WINCKLER

Conselheiro: CELSO ZANCAN


Conselho Fiscal – Suplentes


Conselheiro: MARCELO LOBO


Fonte: AgroEffective Divulgação

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page