top of page

Fazenda Don Marco: Cultivando a Excelência dos Azeites Bem-te-vi


A busca por investimentos conectados à natureza e capazes de gerar produtos saudáveis e excepcionais levou a executiva Michelle Franck Sápiras e o renomado fotógrafo Edison Vara a trilharem uma jornada singular em 2017. A trajetória da Fazenda Don Marco começou com a escolha estratégica da olivicultura, um cultivo ancestral com crescente expansão no Brasil.



Com a definição da área de cultivo, o preparo do solo foi feito minuciosamente, selecionando sete variedades de oliveiras: koroneiki, coratina, manzanilla, arbequina, arbosana, moraiolo e picual. O início de uma jornada promissora e repleta de resultados notáveis.


Em maio de 2018, marcado pelo plantio das mudas, a Fazenda Don Marco embarcou na sua missão de produzir azeites de excelência. Três anos depois, em 2021, testemunhou-se a primeira colheita dos frutos, resultando em três toneladas de azeitonas que foram habilmente transformadas em aproximadamente 250 litros de azeite, um marco significativo para um pomar ainda jovem. Na safra de 2023 a produção foi de 70 toneladas superando a expectativa dos produtores.



A produção das oliveiras varia, em média, entre o terceiro e o quinto ano, dependendo da variedade cultivada. A partir do sétimo ano, a produção se intensifica e perdura por várias décadas, um verdadeiro testemunho da durabilidade e vitalidade dessa cultura, adaptada no país. Exemplos na Grécia revelam árvores milenares que continuam produzindo azeitonas, consolidando a olivicultura como uma arte promissora.


O reconhecimento nacional e internacionalmente, veio com os prêmios e reconhecimento recebido pelos produtores:


Guia Flos Olei 2024: A publicação italiana é uma das mais tradicionais e importantes do mundo. A presença do Azeite Bem-te-vi no guia é um reconhecimento de que uma produção de azeites com excelência.


Terraolivo IOOC 2022: Os monovarietais Bem-te-Vi Arbosana e Bem-te-Vi Koroneiki, Safra 2022, receberam a medalha Grand Prestige gold no concurso Terraolivo IOOC 2022, em Israel, uma das três mais importantes competições mundiais. O prêmio é o maior entre os três níveis da categoria Ouro da disputa.


O Blend do Olival do Azeite Bem-te-Vi é Medalha de Ouro no concurso francês Olio Nuovo. O júri técnico formado por profissionais de todo o mundo, escolheu os melhores azeites de 2023 do Hemisfério Sul.

A versão infantil do concurso francês Olio Nuovo premiou o Blend do Olival do Azeite Bem-te-Vi com a Medalha de Ouro Premium. O Olio Nuovo Days Kids Awards é a única competição internacional com provadores de 05 a 12 anos.

O Azeite Bem-te-Vi Arbequina e Arbosana está entre os cinco melhores blends do Brasil em 2023, segundo o concurso promovido pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). A análise e seleção foram feitas por um corpo técnico de jurados, composto por azeitólogos, sommeliers de azeite, pesquisadores e outros profissionais da área, às cegas e também pela opinião pública.


As cinco variedades do Azeite Bem-te-Vi Safra 2023 receberam o selo de Produto Premium, que atesta Origem e Qualidade, concedido pelo Governo do Estado do Estado do Rio Grande do Sul, por meio da Secretária de Inovação, Ciência e Tecnologia com o apoio do IBRAOLIVA.

Em 2023, o Azeite Bem-te-Vi foi apresentado durante o Salão Internacional do Azeite Extravirgem Expoliva, em Jaén, na Espanha.  Na ocasião, o Azeite Bem-te-Vi passou a integrar o Guia Síaove, que reconhece a qualidade superior e indica ao mercado internacional os melhores azeites do mundo, dos Hemisférios Norte e Sul.



Salão Internacional do Azeite em Jaen


Ainda em 2023 a marca Bem-te-vi e o azeite, acompanhou nossa expedição que saiu de Bagé até o Espírito Santo, passando por todos os estados produtores do Brasil.






Atualmente, as oliveiras, distribuídas em aproximadamente 20 hectares, localizado no município de Encruzilhada do Sul/RS, onde está a maior concentração de hectares plantados em um único município do país, e consolidado.


Conheça o Azeite de Oliva Extravirgem Bem-te-vi



Encruzilhada do Sul/RS

Os pomares de oliva em Encruzilhada do Sul podem ser vistos antes mesmo de chegar ao município. A cultura tem crescido no município, e de acordo Levantamento Frutícola, o município possui a maior área plantada com oliveira no Rio Grande do Sul, com cerca de 1100 hectares.


O município possui um Lagar (indústria que extrai azeite de oliva) de Azeite para uso Comunitário, instalado na sede da AFRUTES Associação do Fruticultores de Encruzilhada do Sul, além dos empreendimentos locais com o maquinário para processamento de suas azeitonas.


Fotos:

Diego Vara @diegovara e

Edison Vara @edison_d_vara

Imagens aéreas:

Jefferson Botega @jbotega

Edição:

Sérgio Queiroz @srtqueiroz2018


Commenti


Post: Blog2_Post
bottom of page